Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

UFRJ faz matrículas em meio às greves dos servidores e professores

Rio de Janeiro – A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) criou hoje (5) uma força-tarefa para fazer as matrículas do segundo semestre de 2011, mesmo enfrentando a greve dos técnicos administrativos, que já dura quase um mês, e a paralisação dos professores.

Cerca de 3,4 mil alunos são esperados ao longo do dia, em horários específicos, nas próprias faculdades, em diversos campi no estado. Eles devem fazer as inscrições nas disciplinas que pretendem cursar, confirmando a pré-matrícula feita em janeiro.

Segundo o diretor da Divisão de Registro dos Estudantes (DRE), Roberto Vieira, quem perder o prazo – que para muitos cursos se encerra às 13h – não poderá frequentar as aulas no próximo semestre. “A desculpa da greve não será aceita para prorrogar prazos”, afirmou.

O diretor garante que tanto a paralisação dos professores quanto a greve dos técnicos não afeta o procedimento, que já estava previsto no calendário acadêmico. A taxa de inscrição é de R$ 45.”As matrículas estão sendo feitas por docentes, coordenadores e técnicos administrativos em funções de confiança”, informou.

Quem não puder comparecer à UFRJ no horário estabelecido pelas faculdades pode mandar um representante. Os alunos menores de 18 anos só podem ser representados pelo pai ou pela mãe. Os demais podem recorrer a uma procuração com firma reconhecida.

Fonte: Agência Brasil Online

Show CommentsClose Comments

Leave a comment