Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Uerj: Suspensão de Cotas

O reitor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) Ricardo Vieiralves informou que irá recorrer à justiça para reverter a liminar responsável pela suspensão da Lei Estadual 5.346, de 2008, que prevê a reserva de cotas nas universidades estaduais.

“Foi uma coisa inesperada, é uma lei que está em vigor por oito anos, nao podia fazer isso por uma liminar. Não foi bom porque desarruma o planejamento da instituição. O Vestibular quando se faz qualquer alteração a gente avisa e muda apenas dois anos depois. Vamos entrar na justiça para solicitar a anulação dessa liminar”, afirmou o reitor da Instituição em entrevista à rádio CBN.

Vieiralves informa ainda que esta decisão não atinge o exame de qualificação que será aplicado no meio do ano, mas que é responsabilidade do sistema judiciário dar um parecer para que as instituições fiquem tranquilas.

“Queremos que o Supremo decida essa questão imediatamente. Não se pode prorrogar por mais tempo uma coisa que define o sistema de ensino superior brasileiro”, diz o reitor.

De acordo com a Lei de Cotas, 45% das vagas oferecidas no vestibular da Uerj, devem ser reservadas para estudantes negros, indígenas, alunos da rede pública, pessoas portadoras de deficiência e filhos de policiais, bombeiros e inspetores de segurança e penitenciários, mortos ou incapacitados em serviço.