Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Segurança alimentar

 

Mudanças climáticas, desigualdades sociais, aumento do preço dos alimentos, conflitos militares, corrupção ou altos índices de natalidade. São muitos os agravantes dos problemas relacionados à fome ou à alimentação inadequada e que colaboram para que cerca de 800 milhões de pessoas passem fome em todo o mundo, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

A fim de incentivar pesquisadores de várias áreas a estudar soluções para esses desafios, que se concentram especialmente nos países mais pobres, a Rede de Pesquisa em Segurança Alimentar e Nutricional (Redsan) lançou o 2º Prêmio a Artigos de Pesquisa em Temas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN).

A edição atual do prêmio conta com o apoio do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (Nepa) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A Redsan, ligada ao escritório regional para América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), pretende premiar destacados trabalhos científicos de instituições de pesquisa de qualquer parte do mundo, contanto que seu autor principal seja do continente latino-americano ou do Caribe.

Os trabalhos devem ser inscritos até o dia 31 de janeiro de 2010 e redigidos em espanhol, inglês ou português. Os vencedores serão divulgados no dia 15 de março do ano e haverá prêmios em dinheiro de US$ 3 mil a US$ 500, do primeiro ao quinto colocado.

Ao se inscrever, o autor deve optar entre uma das quatro áreas: 1) impacto da crise econômica e financeira sobre a SAN; 2) metodologias e instrumentos para a medição e análise da SAN; 3) temas emergentes (transição nutricional, bicombustíveis e variabilidade climática), e 4) relação entre o enfoque SAN e outros enfoques de desenvolvimento.

Mais informações no site.

 

Show CommentsClose Comments

Leave a comment