Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Pesquisa da UERJ

Uma pesquisa feita pela Universidade Estadual do rio de Janeiro indica que os jovens não estão escolhendo suas profissões, de acordo com a remuneração que podem vir a receber. Os dados mostraram que 66,81% dos jovens, não se importam com esta questão.

A pesquisa foi feita com base no processamento dos questionários sociocultural preenchido pelos candidatos que prestaram vestibular na UERJ. Os cursos procurados pelos jovens, são aqueles para os quais eles acreditam ter aptidão.

Dentre as mais procuradas estão medicina, com 24,26 candidatos por vaga, desenho industrial (17,03 candidatos/vaga), jornalismo (15,54), engenharia química (11,18) e relações públicas (10,52).

De acordo com a pedagoga e coordenadora do vestibular da UERJ Maria Inês Melo Guimarães, as carreiras mais concorridas deixaram de ser ocupadas exclusivamente pela elite, sendo este um dado muito positivo. A maioria dos candidatos possuem renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Devido ao sistema de cotas, a disputa por uma vaga ficou ainda mais difícil. No caso do curso de medicina, como exemplo, 20% das vagas são destinadas para aqueles que estudaram em escola pública, 20% para descendentes de negros e 5% para deficientes, indígenas e filhos de policiais que faleceram em serviço. De acordo com informações prestadas pela instituição de ensino, a relação candidato/ vaga para medicina sobe para 42,08.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment