Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Federais e o Novo Enem

 O MEC (Ministério da Educação) informa que pelo menos 31 das 55 universidades federais vão aderir ao novo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em substituição total ou parcial ao vestibular. O número representa 56% da rede federal de ensino superior.

Os estudantes que quiserem disputar uma vaga em uma dessas instituições deverão participar da edição 2009. As inscrições para o exame estão previstas para começar dia 15 de junho.

O ministério apresentou quatro opções de adesão às instituições. Elas poderão utilizar o Enem como prova única; como uma primeira fase, ficando a segunda à cargo da instituição; combinando a nota do Enem à do vestibular tradicional ou para seleção de estudantes para vagas remanescentes.

Das 30 universidades que optaram pela adesão em 2009, um total de 18 delas vai utilizar o Enem como fase única, seja para um percentual reservado das vagas ou para o total de ingressos. Cinco instituições vão usar a nota como primeira fase. Vinte universidades ainda estão em processo de discussão sobre a mudança.

A UnB (Universidade de Brasília), a UFU (Universidade Federal de Uberlândia) e a Universidade Federal do Pampa decidiram que vão aderir ao exame para os processos seletivos a partir de 2010.

Segundo o MEC, as quatro novas universidades federais que aguardam aprovação do Congresso Nacional para serem criadas também adotarão o Enem como processo seletivo.

As provas do novo Enem estão marcadas para 3 e 4 de outubro. O exame será composto por uma redação e 200 questões de múltipla escolha de linguagens e códigos, matemática, ciências da natureza e humanas. A matriz da prova já está disponível para consulta no site do MEC.

Veja a lista das universidades que já confirmaram a adesão em 2009

UFG (Universidade Federal de Goiás) Já utiliza 20% da nota do Enem na primeira fase do vestibular.

UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso) – Já utiliza 20% da nota do Enem combinada ao resultado do vestibular tradicional.

UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul) – Adota o Enem como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes.

UFGD (Universidade Federal de Grande Dourados) – Adota o Enem apenas para o preenchimento de vagas remanescentes.

UFABC (Universidade Federal do ABC) Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Todos os cursos adotam o Enem pelo menos como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes.

UFVJM (Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri) O Enem será utilizado como fase única para preencher 50% das vagas do processo seletivo, além das vagas remanescentes.

UFV (Universidade Federal de Viçosa) O Enem vai compor 50% da nota do vestibular e será adotado como critério para preencher as vagas remanescentes.

UFF (Universidade Federal Fluminense) O Enem será utilizado para compor parte da nota da primeira fase. A nota do exame também servirá como bônus de 10% a 15% para a nota da segunda fase de alunos das redes públicas.

UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro) Adota como fase única e para o preenchimento das vagas remanescentes.

Unifal (Universidade Federal de Alfenas) Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes.

Unifei (Universidade Federal de Itajubá) Adota o Enem como primeira fase.

UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) O aluno poderá optar entre usar a nota do Enem na primeira fase ou fazer o vestibular tradicional.

UFLA (Universidade Federal de Lavras) O Enem será utilizado como fase única.

UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) – Já adota o Enem como 50% da nota da prova de Conhecimentos Gerais da primeira fase.

UFSJ (Universidade Federal de São João Del Rei) De 10% a 25 % das vagas serão preenchidas pelo Enem, como fase única.

UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) – Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes.

UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) Adota o Enem como primeira fase.

FURG (Universidade Federal do Rio Grande): O Enem vai compor 50% da nota do vestibular. Também será utilizado para preenchimento de vagas remanescentes.

UFPel (Universidade Federal de Pelotas): Adota o Enem em fase única e para as vagas remanescentes.

UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná): Adota o Enem em fase única.

UFCSPA (Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre): Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco) : Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes.

UFBA (Universidade Federal da Bahia): Adota como fase única para os cursos da modalidade Bacharelado Interdisciplinar.

UFMA (Universidade Federal do Maranhão): Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes.

UFPI (Universidade Federal do Piauí): Adota como fase única para 50% das vagas e para preencher vagas remanescentes.

UFPE (Universidade Federal de Pernambuco): Adota o Enem como primeira fase.

UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco): Adota o Enem em fase única e para preenchimento de vagas remanescentes.

UFAM (Universidade Federal da Amazônia) A nota do Enem será usada como fase única para preencher 50% das vagas.

UFT (Universidade Federal do Tocantins) Um quarto das vagas do processo seletivo e das vagas remanescentes serão preenchidas pelo Enem como fase única.

UFERSA (Universidade Federal Rural do Semi-Árido): Adota o Enem em fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes a partir de 2009.

Fonte: Agência Brasil

Show CommentsClose Comments

Leave a comment