dcsimg

Vestibular em

Carreira na indústria petroquímica

A petroquímica é o ramo de produção dos derivados de petróleo.  No Brasil, o petróleo é encontrado nas águas profundas do oceano, sendo o estado do Rio de Janeiro o maior produtor, na Bacia de Campos.

O mercado no segmento petroquímico está bastante aquecido, pois além da descoberta de petróleo na faixa do pré-sal, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) em Itaboraí, previsto para entrar em operação no ano de 2014, deve gerar mais de 200 mil empregos diretos e indiretos. 

Quem deseja seguir carreira no setor, que tem boa perspectiva de demanda por mão-de-obra qualificada nos negócios ligados ao Petróleo e Gás, pode optar por um curso técnico ou a graduação. O curso técnico é mais adequado a quem deseja entrar no mercado mais rapidamente. Já o profissional graduado é habilitado de forma mais ampla, com maiores salários  e garante melhores chances de ascensão na carreira. É necessário possuir fluência em inglês e constante aprimoramento, devido ao rápido avanço tecnológico das máquinas.

Em termos de graduação, listamos abaixo os principais cursos específicos para seguir na carreira da indústria petroquímica:

  • - Engenharia de Petróleo: é o engenheiro responsável por descobrir jazidas de petróleo e poços de gás natural. Também projeta o poço, define quais os métodos de perfuração e produção, além de desenvolver tecnologias para maximizar a produção e o transporte do petróleo.

    Duração do curso: 5 anos.

    Onde estudar: Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

  • - Engenharia Química: devido à sua versatilidade, os engenheiros químicos podem atuar em projetos, planejamento e controle da produção, meio ambiente e vendas técnicas.

    Duração do curso: 5 anos.       

    Onde estudar: Instituto Militar de Engenharia (IME), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) , Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

  • - Tecnologia em Petróleo e Gás: o tecnólogo possui conhecimentos nas áreas de geologia, geofísica e engenharia de petróleo. Trabalha na exploração e na produção de petróleo e gás, gestão de negócios, manutenção de equipamentos, controle de acidentes de trabalho ou riscos ambientais, auditoria e análise do mercado energético.

    Duração do curso: três anos.  

    Onde estudar: Faculdade Batista do Estado do Rio de Janeiro (FABERJ), Faculdade Metropolitana São Carlos (FAMESC), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IF Fluminense), Universidade Gama Filho (UGF), Universidade Veiga de Almeida (UVA), Universidade Estácio de Sá (UNESA), Universidade Iguaçu (UNIG), Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO), Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO),

De acordo com as normas das instituições de ensino superior, pode haver exigência de estágio e trabalho de conclusão de curso (TCC). Também é comum haver visitas técnicas às empresas durante o curso.

A principal área de atuação na indústria petroquímica são em petroleiros, refinarias, plataformas, mineradoras e no setor de serviços.

A maior parte das vagas concentra-se em multinacionais como Petrobrás, Exxon, Shell, AGX e empresas prestadoras de serviços.  Embora não abra concurso para tecnólogos, é possível trabalhar na Petrobrás através de empresas terceirizadas.

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo